07 abril 2009

O tradicional e esquecido futebol da Zona Sul.

Foto: Thiago Piccoli

Não há dúvidas de que a Zona Sul possui a maior concentração dos clubes mais tradicionais do estado do Rio Grande do Sul. Rio Grande, Pelotas e Bagé, juntas, possuem ao todo 9 títulos estaduais e clubes que já representaram suas cidades em Campeonatos Brasileiros como São Paulo/RG e Brasil/Pel. Contudo, infelizmente não se faz mais futebol só com tradição, camisa e torcida, o futebol moderno gira em torno do mercado, do capital e quem não tiver um aporte financeiro consistente está fadado a eternizar na Segundona Gaúcha.
Das oito equipes que representam as cidades supracitadas, seis estão disputando a Segundona 2009 (São Paulo, Rio Grande, Bagé, Guarany, Pelotas e Farroupilha), uma caiu para Segundona 2010 (Brasil) e outra há alguns anos não disputa competições oficiais (Riograndense/RG). Sendo assim, se nenhuma dessas equipes subir para a elite do futebol gaúcho do ano que vem, a Zona Sul não terá nenhum representante na Série A do Gauchão em 2010.
O que está havendo com o futebol? Equipes tradicionalíssimas, com torcidas maravilhosas como a do São Paulo e a do Brasil, por exemplo, estão fora da elite do futebol gaúcho, enquanto os chamados times de prefeituras ou de universidades, sem tradição, sem torcida, e por vezes sem estádio adequado, mas com aporte financeiro, ocupam o lugar dessas equipes, que têm torcida, têm títulos, têm camisa e têm história, mas não têm apoio e consequentemente, dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário